Prova de vida é essencial para garantir benefício do INSS

Prova de vida é essencial para garantir benefício do INSS

Você ainda não fez a prova de vida no banco onde recebe seu benefício do INSS? Então saiba que você corre o risco de ter ele suspenso ou cancelado.

Prova de Vida

Uma das regras da previdência social para a manutenção desse tipo de direito é justamente a realização desse processo todos os anos. Isso porque, ele é uma das maneiras de evitar fraudes dentro do sistema.

O que muita gente não sabe é que agora a regra geral para a prova de vida para benefício do INSS mudou. E é sobre isso que vamos falar nesse post.

Como ficou a regra geral para realização da prova de vida para benefício do INSS

Antes da mudança, a pessoa que quisesse fazer a prova de vida para o benefício do INSS precisava marcar um atendimento em uma das unidades da previdência social. Contudo, agora, ela mudou.

O procedimento continua sendo obrigatório todos os anos, mas, agora, ele deve ser feito na instituição bancária em que recebe seu benefício. E nesse caso, é preciso prestar ainda mais atenção, pois existem duas maneiras de convocação que variam conforme o banco.

Veja abaixo:

  • No mês de aniversário do beneficiário;
  • No mês que antecede o vencimento da fé de vida. Por exemplo, se ela vence em fevereiro, o beneficiário precisa ir ao banco até janeiro.

Como fazer a prova de vida?

Na regra geral, o beneficiário deve comparecer a instituição financeira com um documento de identificação com foto. São aceitos documentos como:

  • carteira de identidade;
  • carteira de trabalho;
  • carteira nacional de habilitação

Além disso, em alguns casos, o banco pode solicitar o cadastramento ou recadastramento biométrico. Isso porque vários caixas eletrônicos utilizam a biométrica para dar mais segurança para os beneficiários, permitindo assim que somente eles ou os procuradores saquem.

Geralmente, as instituições financeiras avisam sobre o prazo para realização da prova de vida via mensagens em caixas eletrônicos.

O que fazer quando o beneficiário não tem condições de ir fazer a prova de vida

Existem algumas condições ondo o beneficiário não pode fazer a prova de vida. Entre elas estão:

  • O beneficiário está ausente do país por conta de viagem ao exterior;
  • A pessoa tem uma doença contagiosa;
  • O beneficiário tem dificuldades de se locomover;
  • A pessoa tem mais de 80 anos.

Nesse tipo de situação, um procurador pode fazer o processo em nome do beneficiário. Mas para isso ele precisa estar cadastrado no INSS. É possível fazer isso por meio do Meu INSS ou do telefone 135. Importante, para isso a pessoa precisa apresentar documentação comprovatória.

Além disso, no caso de pessoas com dificuldade de locomoção ou que tenham mais de 80 anos de idade, é possível agendar uma visita hospitalar ou domiciliar. O agendamento deve ser feito também pelo Meu INSS.

Ainda não fez a sua prova de vida? Então não deixe de procurar a instituição financeira onde você recebe o valor mensal para fazer esse procedimento, e assim evitar a suspensão e/ou cancelamento do benefício do INSS.

Deixe uma resposta

Fechar Menu