Governo anuncia criação de programa para geração de empregos

Governo anuncia criação de programa para geração de empregos

Pensando em aumentar a geração de empregos, em vista da crise atual do desemprego, o Governo acaba de anunciar que no mês de outubro irá lançar um pacote de ações para estimular o mercado de trabalho. Chamado de “choque de emprego”, ele envolve várias medidas.

emprego

Entre elas está a concessão de microcrédito para a abertura de novas vagas e a promoção de qualificação de trabalhadores. Segundo comunicado, a iniciativa será baseada na desoneração da folha bem como a liberação de R$ 65 bilhões para empresas.

O mercado de trabalho no Brasil nos últimos anos

Nos últimos anos o mercado de trabalho brasileiro tem passado por dificuldades. Mesmo com o começo da implantação da reforma trabalhista, em 2017, os números de desemprego só crescem.

Contudo, o plano agora é implementar mais ações para a geração de empregos. Entre as medidas que englobam o pacote estão:

  • Desenvolvimento de programa de qualificação que deve treinar cerca de 4,4 milhões nos próximos quatro anos;
  • Abertura de crédito para empresas;
  • Atualização de impostos.

No entanto, especialistas apontam que também é necessário focar nos profissionais informais. Segundo eles, se o Governo focar em formalizar essa parcela que atua na informalidade, poderá aumentar a qualidade do trabalho.

Consequentemente, isso também irá aumentar o número de vendas desses empreendedores e ajudar a assim, na recuperação da economia. E um dos primeiros passos para isso ser possível é facilitar tanto a formalização de microempresas, como a concessão de microcrédito.

Além disso, outro foco que o Governo deve ter é no trabalho sem vínculo empregatício, como é o caso dos profissionais que atuam e entregadores de aplicativos de alimentação. Esse foco seria necessário por conta do crescimento de pessoas que trabalham sem vínculo de emprego.

Governo já estuda o Mercado de Trabalho

Ao que tudo indica o Governo já está estudando o Mercado de trabalho. No começo de setembro, por exemplo, o Ministério da Economia criou um grupo com especialistas para debater mudanças na legislação trabalhista.

Além disso, ele também está fazendo uma revisão nas cotas que dizem respeito aos menores aprendizes e pessoas com deficiência em empreendimentos. Segundo representantes, o objetivo não é diminuir o percentual exigido por lei, mas, sim, racionalizar a questão, tendo em vista que várias empresas, devido a sua diversidade e a sua complexidade, possuem dificuldades de conseguir cumprir essa determinação.

Outra medida que também tem ajudado na formalização de profissionais e consequentemente na melhora do mercado de trabalho é a inclusão da categoria de motoristas de aplicativo no cadastro do MEI.

Ou seja, agora, quem atua dentro desse ramo pode se tornar um Micro Empreendedor Individual (MEI) e consequentemente ter os direitos do regime, como, por exemplo, benefícios como salário maternidade a aposentadoria. A concessão de microcrédito também é uma vantagem, tendo em vista que o profissional pode investir na aquisição ou troca de veículo.

Qual sua opinião sobre o novo programa de geração de empregos do Governo? Que medidas você acha que podem ajudar o mercado de trabalho brasileiro?

Deixe uma resposta

Fechar Menu