Cerca de 2 Milhões de Beneficiários Precisam Fazer a Prova de Vida INSS
Foto: Google.

Cerca de 2 Milhões de Beneficiários Precisam Fazer a Prova de Vida INSS

Você já fez a sua prova de vida INSS? Pois saiba que apenas nesse ano mais de dois milhões precisam fazer esse recadastramento. Esse é um processo anual obrigatório para que o beneficiário continue a receber o benefício.

Prova de Vida
Foto: Google.

Segundo o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), atualmente 1,9 milhão de brasileiros precisam fazer o procedimento. E caso isso não ocorra, os beneficiários podem ter os valores suspensos, cortados ou até mesmo bloqueados.

Ainda segundo o órgão, apenas em julho desse ano cerca de 372 mil pessoas deixaram de receber os benefícios por conta da falta da prova de vida INSS.

Mudança na prova de vida INSS

É muito importante que os beneficiários fiquem de olho nas mudanças em relação a prova de vida INSS. Até algum tempo atrás, por exemplo, quem tinha mais de 60 anos de idade deveria agendar um atendimento em uma das unidades da previdência social para fazer a comprovação no local.




 

Agora, essa comprovação deve ser feita diretamente em uma das agências bancárias do Banco onde o beneficiário recebe os valores. Só existem duas situações onde é possível mudar o local para comprovação.

A primeira delas é para beneficiários que tem alguma dificuldade de locomoção ou que tenham mais de 80 anos de idade. Nesse caso, ele pode solicitar ao INSS que um representante vá até a sua residência fazer a comprovação. Outra alternativa é que o órgão indique um local mais próximo e de fácil acesso para a realização da prova de vida INSS.

Esse tipo de solicitação deve ser feita diretamente pela central de atendimento do órgão, através do 135, ou por meio do portal Meu INSS. Em ambas as opções será necessário comprovar a necessidade do atendimento especial por meio de um comprovante médico.

A segunda situação é quando o beneficiário possui um procurador ou representante legal. Geralmente, pessoas que têm dificuldades de se locomover, possuem alguma doença grave ou contagiosa, ou têm mais de 80 anos de idade, conseguem ter esse tipo de representante.

Nesse caso, o procurador ou representante legal poderá fazer a prova de vida INSS no lugar do titular. Contudo é importante destacar que ele precisa, obrigatoriamente, estar cadastrado no INSS com essa função. Para fazer o cadastro é necessário acessar o site www.inss.gov.br/servicos-do-inss/cadastrar-ou-renovar-procuracao.

Após a solicitação o órgão irá exigir uma série de documentos legais, entre eles:

  • Termo de responsabilidade;
  • Documentos de identificação do titular e do procurador ou representante legal;
  • Procuração pública ou particular;
  • Em caso de dificuldade de locomoção ou doença contagiosa, um atestado médico de no máximo 30 dias;
  • Em caso de recuperação de dependência química, declaração de internação em casa de recuperação de no máximo 30 dias;
  • Em caso de viagem dentro ou for do país onde o beneficiário ficará longe por mais de 3 meses, declaração por escrito e com autenticação.



Para saber mais sobre como fazer a prova de vida INSS, entre em contato com o Banco onde você recebe o benefício mensalmente, lá você poderá obter todas as orientações necessárias.

Deixe uma resposta

Fechar Menu